Alunos

Notícias

09/03/2021

Com mercado de TI em crescimento, Seed-PR oferece cursos para alunos que se interessam pelo setor

Assessoria de comunicação/Seed

De olho no crescimento do mercado de tecnologia da informação (TI), a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte do Paraná (Seed-PR) oferece aos alunos da rede estadual uma oportunidade para que possam ingressar nessa profissão. Por meio do programa EduTech estão abertas 150 mil vagas em cursos de programação para os estudantes tanto do Ensino Médio quanto do Ensino Fundamental. As inscrições vão até esta sexta-feira (12/03). Até hoje (09/03), 50 mil vagas já foram preenchidas.

“Esse é um projeto que nos dá grande orgulho. Por isso, decidimos ampliá-lo em 2021. Além de conhecimento, proporciona condições para nossos alunos trilharem uma carreira no futuro em um mercado que cada vez mais busca esses profissionais”, afirmou Renato Feder, secretário da Educação e do Esporte.

Para Adriano Krzyuy, presidente da Assespro-Paraná (Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação), “o setor de TI vem sendo visto cada vez mais como estratégico. É importante, portanto, que nós produzamos tecnologia, não ficando apenas como consumidores.”

Ele relata que, apesar do impacto inicial da pandemia, o cenário é otimista para a oferta de vagas na área, uma vez que outros setores da economia têm muita demanda tecnológica. “Os demais setores ficaram ainda mais dependentes da TI. Houve impacto no home office, delivery, varejo. O agronegócio e a indústria também continuam investindo fortemente em tecnologia. Ou seja, o setor de TI é fortemente demandado pelos demais. Então, há uma grande oferta grande de vagas para essa área”, afirmou.

O segmento de TI (tecnologia da informação) no País deve crescer 11% este ano, de acordo com estimativa da IDC Brasil (International Data Corporation Pesquisa de Mercado e Consultoria Ltda). A previsão faz parte do estudo IDC Predictions, que antecipa tendências do mercado e que aponta, ainda, o crescimento de 10% no mercado corporativo, que inclui software, hardware e serviços. Para suprir a demanda, o setor necessita de profissionais cada vez mais qualificados.

Somente em 2018, a receita bruta do ramo de serviços em TI foi de R$ 167 bilhões, segundo o Insights Report de dezembro de 2020, boletim informativo produzido pela Assespro-Paraná em parceria com a UFPR (Universidade Federal do Paraná). Naquele ano, mais de 65 mil empresas do setor empregaram cerca de 577 mil pessoas no Brasil.

Crescimento salarial — O salário dos profissionais desse setor, nos últimos anos, foi superior e teve maior crescimento em relação a outras áreas da economia. No Brasil, entre 2009 e 2019, o salário médio no ramo de serviços em TI aumentou em 17%, enquanto o crescimento do total dos setores da economia foi de 12%, ainda de acordo com dados do Insights Report. Além disso, a remuneração no ramo de serviços em TI foi superior à média dos setores da economia em 77% no Brasil e, no Paraná, em 42%.

“Muitas vezes, existe a demanda por profissionais, mas não há candidatos com a qualificação mínima, dependendo da posição”, informou o presidente da Assespro-Paraná. Os salários médios dos programadores brasileiros são de R$ 2,9 mil para nível júnior; R$ 5,5 mil para nível pleno; e R$ 10 mil para sênior, de acordo com a Pesquisa Salarial de Programadores Brasileiros, realizada pelo canal Código Fonte TV.

“Às vezes, precisa-se de uma mão-de-obra qualificada para uma tecnologia específica ou para um projeto específico, em áreas que evoluem muito rápido, como machine learning, big data ou blockchain. Então, existe um incentivo para termos mais iniciantes na área de TI, mas eles precisam se especializar, porque a demanda é crescente. Assim, cria-se um ciclo virtuoso de conhecimento e de qualificação para atender às demandas do mercado”, disse Krzyuy. “E um programa como esse [EduTech], que incentiva milhares de jovens a vir para o setor, com certeza demonstra que a TI é um setor estratégico.”

EduTech — O programa EduTech, lançado pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed-PR), tem 150 mil vagas abertas para cursos gratuitos de programação, games e animação, destinados a estudantes dos ensinos Fundamental e Médio da rede estadual. As aulas acontecerão remotamente, via Google Classroom, com um professor de programação como tutor de cada turma virtual. Elas têm início em 22 de março e se encerram junto com o fim do ano letivo. As inscrições estão abertas e podem ser feitas até 12 de março na página educacao.pr.gov.br/programacao.

Veja as trilhas de ensino para cada série.
Esta notícia foi publicada no site http://www.educacao.pr.gov.br em 09/03/2021. Todas as informações nela contidas são de responsabilidade dos autores.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.